WhatsApp

Blog

Veja nossas postagens

Gilberto Porcello Petry assume para mais um mandato à frente da FIERGS e do CIERGS

Ao tomar posse para novo mandato frente à Federação e o Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS/CIERGS), nessa segunda-feira (20), o presidente Gilberto Porcello Petry disse que continua otimista, apesar do momento difícil pelo qual o Brasil passa em função da pandemia do coronavírus. “Acredito na capacidade do homem de fazer frente a grandes desafios. Acredito na força do empresário brasileiro que irá retirar desta adversidade novas experiências a serem aplicadas na sua vida e nos seus negócios. Creio nas soluções da ciência, com a descoberta de uma vacina, que encerrará este período triste da história, onde todas as nossas resistências estão sendo levadas ao limite”, afirmou, dirigindo-se aos integrantes das diretorias por meio de transmissão de vídeo. Seguindo os protocolos de segurança em saúde, apenas ele e os vice-presidentes estiveram na sede da FIERGS para a cerimônia, que contou com as participações por vídeo do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade; e do governador Eduardo Leite.

Gilberto Porcello Petry reiterou ser a indústria defensora do equilíbrio entre o isolamento social e uma dinâmica estável das atividades econômicas durante a crise do coronavírus. Lembrou o fato de o setor já utilizar normalmente Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), agregando agora as práticas preventivas ditadas pela pandemia, com apoio do Serviço Social da Indústria (Sesi) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), além do Banco de Alimentos, na distribuição de mantimentos a instituições. “Caso o isolamento perdure por mais tempo, ao final da crise vamos apenas recolher os fragmentos de empresas e de empregos, em meio a um formidável colapso econômico com brutal redução da receita fiscal”, observou.

O presidente da FIERGS, porém, vê estímulos para o Brasil continuar a avançar, mesmo com a turbulenta situação atual. “O novo marco legal do saneamento aprovado pelo Congresso Nacional vem corrigir o atraso que o País se impôs ao não investir nessa área tão essencial para a saúde pública. Sem dúvida alguma, é uma demanda social histórica”, enfatizou. Segundo ele, outros temas fundamentais estão na pauta, como um modelo simplificado de Reforma Tributária e reorganizador da carga de impostos, ampliando a base de contribuintes, fazendo cada um pagar menos, mas com aumento da arrecadação. “Essa Reforma será um passo decisivo na reativação do mercado interno brasileiro depois da pandemia, devendo evitar a criação de novos impostos já que nossa carga tributária se situa em patamar astronômico. Mas mais dois temas precisam fazer parte do debate nacional: a esquecida Reforma Administrativa e a essencial Reforma Política”.

Petry agradeceu a quem aceitou integrar as Diretorias da FIERGS e do CIERGS ao seu lado para a gestão 2020/2023. “Tive a distinção de ser reeleito para presidir as entidades nos próximos três anos. Agradeço a confiança depositada no meu nome pelas votações unânimes dos Sindicatos industriais e dos associados do Centro das Indústrias presentes no pleito em 9 de junho. Quero conclamar os meus companheiros a prosseguirmos, por mais três anos, dando continuidade, com muito orgulho, ao trabalho realizado pelo Sistema FIERGS/CIERGS, que apesar da pandemia está em um bom nível de desenvolvimento e equilibrado financeiramente”, disse.
APOIO À NOVA GESTÃO – Em mensagem enviada, o presidente Robson Braga de Andrade destacou a recondução de Gilberto Porcello Petry, que também ocupa a vice-presidência da CNI, à presidência da FIERGS/CIERGS. “É um grande companheiro, tem feito um trabalho fantástico não só em prol da indústria do Rio Grande do Sul, mas junto à CNI por mudanças de políticas, propostas, discussões de temas importantes para que a indústria brasileira e o Brasil possam melhorar”, salientou.

Andrade comentou sobre as dificuldades vividas pelo setor industrial atualmente em função da Covid-19, mas que a indústria, o Sesi, o Senai e as Federações têm enfrentado o momento com valentia, força e expressão, contribuindo com propostas e projetos para o governo, além de levar sugestões de medidas para micro, pequenas e médias empresas. Lembrou da contribuição do setor para a sociedade, com doação de equipamentos, máscaras e EPIs, mostrando o papel importante da indústria por ser inovadora e desenvolver tecnologia com processos modernos. “Petry, temos muito trabalho pela frente, sempre conto com sua liderança, capacidade e inteligência, tenho certeza que isso jamais vai faltar nem para a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, nem para a CNI”, finalizou, desejando sucesso à nova gestão.

O governador Eduardo Leite cumprimentou o presidente e suas novas diretorias, destacando a importância econômica e social da FIERGS e da indústria. “Um segmento cuja atuação é um dos maiores orgulhos do nosso Estado. Resultado da engenhosidade e do espírito empreendedor, tem enorme representação no PIB e nas exportações, além de gerar dezenas de milhares de empregos e de contribuir decisivamente para a evolução tecnológica”, disse, fazendo depois rápido balanço sobre seu governo e enumerando ações realizadas em parceria com a iniciativa privada.

AS NOVAS DIRETORIAS
FIERGS
Presidente
Gilberto Porcello Petry

Vice-Presidentes
Arildo Bennech Oliveira
Cezar Luiz Müller
Cláudio Affonso Amoretti Bier
Gilberto Ribeiro
José Alfredo Laborda Knorr
Ricardo Lins Portella Nunes

Diretores
Adair Angelo Niquetti
Alexandre Bittencourt De Carli
Amadeu Pedrosa Fernandes
Antonio Mary Ulrich
Aquiles Dal Molin Junior
Airton Zoch Viñas
Carla Carnevali Gomes
Darcio Klaus
Delorges Antonio Horta Duarte
Élio Jorge Coradini Filho
Ervino Ivo Renner
Gerson Albano Haas
Gilberto Brocco
Gilberto Pedrucci
Hernane Kaminski Cauduro
Iro Schünke
Joni Alberto Matte
Jorge Romeu Ritter
José Augusto Peter Vaniel
José Zagonel
Juarez José Piva
Júlio Carlos Cardoso Kirchhof
Marlos Davi Schmidt
Nelson Eggers
Nerison Antônio Paveglio
Newton Mario Battastini
Norberto Luiz Pasqualotto
Renato Klein
Ricardo Coelho Michelon
Ricardo José Wirth
Roberto Rene Machemer
Roque Noschang
Serafim Gabriel Quissini
Sérgio Bolzan Panerai
Sérgio de Bortoli Galera
Ubirajara Terra
Volnei Luiz Sebben
Walter Rudi Christmann

Conselho Fiscal
Gelson de Oliveira
Reomar Angelo Slaviero
Silvio Colombo
Gilberto Luiz Bortoluzzi
João Altair dos Santos
José Roberto Fraga Goulart

Delegados CNI
Gilberto Porcello Petry
Gilberto Ribeiro
André Meyer da Silva
José Antonio Fernandes Martins

CIERGS
Presidente
Gilberto Porcello Petry

Vice-Presidentes
André Bier Gerdau Johannpeter
José Agnelo Seger
Marcos Odorico Oderich
Maristela Cusin Longhi
Mauro Gilberto Bellini
Thômaz Nunnenkamp

Vice-Presidentes Regionais
Alexandre Guerra
Celso Theisen
Flavio Haas
Iraní Tadeu Cioccari
Jaime Lorandi
Jairo Alberto Zandoná
Mauricio Harger
Otto Trost
Tiburcio Aristeu Grings
Torquato Ribeiro Pontes Netto

Diretores
Ademar De Gasperi
Aderbal Fernandes Lima
Adriano Tollens Cauduro
Alfeu Strapasson
Angelo Garbarski
Aristides Inácio Vogt
Arlindo Paludo
Claudino João José Simon
Cláudio Guenther
Daniel Martin Ely
Daniela Aesse Kraemer
Edilson Luiz Deitos
Edson D’Arrigo
Erasmo Carlos Battistella
Felipe Fuga Roso
Fernando José Ruschel Justo
Geraldo José Alexandrini
Guilherme Scozziero Neto
Ivânio Angelo Arioli
Jaime Bellicanta
Jorge Luiz Buneder
José Carlos Estefenon
José Luis Korman Tenenbaum
Júlio Eggers
Julio Ricardo Mottin Neto
Luiz Felipe Schiavon
Paola Maria Vianna Reginatto
Rafael Gustavo Araujo Ribeiro
Rodrigo Holler Petry
Rui Mendonça
Vittório Antônio da Silva Ardizzone
Volker Lübke,
Walter Rauen de Souza

Conselho Fiscal
Carlos Weinschenck de Faria
José Luiz Bozzetto
Lindonor Peruzzo
Lisandro Rocha dos Santos
Oscar Alberto Raabe
Marcus Coester.

Fonte: FIERGS
Fotos: Dudu Leal

Receba novidades